Segunda-feira, 23 Outubro de 2017 | 22:17
Buscar
<< VOLTAR
07/09/2016 Imprimir
Presa quadrilha suspeita de sequestrar gerentes de bancos
Dois suspeitos foram presos em  Uruaçu. Eles tentaram fugir por uma mata, abandonando um carro e uma mala com parte do dinheiro roubado
Quadrilha suspeita de roubo a banco é presa com R$ 500 mil (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

As polícias Militar e Federal apresentaram nesta terça-feira (6) uma quadrilha suspeita de sequestrar e extorquir gerentes de bancos para conseguir roubar as agências. Seis pessoas foram detidas e outras duas morreram em confronto com a PM durante perseguição. Segundo a polícia, o grupo é violento e usava explosivos para ameaçar as vítimas.

O grupo foi preso no último sábado (3). Segundo a polícia, eles são responsáveis pelo roubo de cerca de R$ 80 mil de um banco em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Durante a ação, segundo a PM, familiares do gerente ficaram reféns por quase 48 horas e os suspeitos ameaçavam detonar bananas de dinamite na casa das vítimas com elas dentro caso não recebessem o dinheiro.

“Eles estudam o gerente do banco, entram na casa, fazem a coação, inclusive física, ameçando com artefatos explosivos. Mas, do lado de fora [das casas], não se percebe sinal de violência, o que dá tempo para que eles planejem a fuga”, disse o coronel da PM, Nilton Neves de Castilho.

Depois do crime em Anápolis, o grupo se dividiu e também distribuiu o dinheiro entre parte dos integrantes. “Crendo que dividindo as pessoas e os bens, eles entenderam que isso ia facilitar a evasão”, relatou o delegado regional de Anápolis, Flávio Vilela.

Dois suspeitos foram presos em um bloqueio policial na cidade de Uruaçu. Eles ainda tentaram fugir por uma mata, abandonando um carro e uma mala com parte do dinheiro roubado. Outros três homens foram encontrados em Caldas Novas. O sexto integrante foi preso em Senador Canedo. Com ele foi encontrado R$ 100 mil, munições e um carro usado no crime. Ao todo, a polícia recuperou cerca de R$ 500 mil.

Segundo a polícia, o grupo é suspeito de atuar em outros estados, como Amapá, Amazonas e Tocantins. Os suspeitos estão presos e vão passar por audiência de custódia em Anápolis.

Fonte:g1.globo.com/goias/
Rua 200, Setor Sul
Uruaçu - GO
CEP: 76400-000
 
Telefones:     (62) 98642-5659  
                 (62) 98575-5690
                 (62) 3357-5484
             
WhatsApp: (62) 98642-5659
 
E-mails: jornalcorreiopopular@hotmail.com / contato@jornalcorreiopopular.com.br
          
CONECTE-SE AO CORREIO POPULAR