Segunda-feira, 28 Maio de 2018 | 04:36
Buscar
<< VOLTAR
15/05/2018 Imprimir
Nova eleição para prefeito em Niquelândia
Denguinho Chimango, Celino Correa, Fernando Carneiro e Xisto Damas disputam o cargo. Eleição será no próximo dia três  

O novo pleito eleitoral para prefeito e vice-prefeito de Niquelândia teve data marcadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás para o próximo dia três de junho, após a cassação da chapa de Valdeto Ferreira (PSB) e do vice-prefeito, Joscelino Correa das Neves (SD). Até lá, o cargo de prefeito do município segue ocupado pelo presidente da Câmara Municipal, Leonardo Ferreira Rocha (Léo Ferreira), do PSDB.

Estarão aptos a votar nas eleições suplementares os eleitores constantes do cadastro eleitoral em situação regular e com domicílio eleitoral no município até o dia 3 de janeiro de 2018.

Candidatos

Quatro candidatos estão na disputa pelo comando da Prefeitura de Niquelândia. O vencedor exercerá uma espécie de mandato-tampão. Ou seja, cobrirá a ausência de um prefeito eleito com legitimidade até as próximas eleições municipais.

 

DENGUINHO

O primeiro a oficializar a condidatura foi Weder Chimango Dias de Oliveira (Denguinho), do PSDC, ex-vereador por dois mandatos e ex-presidente da Câmara Municipal de Niquelândia. Como candidato a vice-prefeito Denguinho escolheu o agropecuarista e empresário, João Júnior Leal (Boda), do PMN.

CELINO CORREA

Celino Correa (SD), ex-vice-prefeito de Valdeto Ferreira que também teve seu mandato cassado foi o segundo a oficializar a candidatura a prefeito de Niquelândia. O prefeitável escolheu como candidato a vice-prefeito em sua chapa o vereador pelo segundo mandato, Jesus Ferreira França (PRB).

FERNANDO CARNEIRO

O médico Fernando Carneiro (PSD) também registrou sua candidatura a prefeito de Niquelândia. Como candidato a vice-prefeito na chapa do médico foi escolhido o vereador mais bem votado das últimas eleições em Niquelândia, Saullo Adorno (PTB), que exerce o segundo mandato na Câmara Municipal.

XISTO DAMAS

A última candidatura a prefeito de Niquelândia confirmada foi a do engenheiro civil e empresário, Xisto Damas (PHS), candidato derrotado nas eleições de 2016 na disputa pelo mesmo cargo. Xisto Damas escolheu como candidato a vice-prefeito, Agnaldo Batista Rocha (Agnaldo da Van), vereador pelo segundo mandato.

 

O que levou a Justiça Eleitoral a convocar nova eleição em Niquelândia

 

Em sete de novembro de 2016 o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás ao apreciar o Recurso Eleitoral nº 231-84.2016.6.09.0041 reformou a sentença proferida pelo Juízo da 41ª Zona Eleitoral para indeferir o registro de candidatura de Valdeto Ferreira Rodrigues ao cargo de Prefeito no município de Niquelândia.

Em primeiro de fevereiro de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral manteve o indeferimento da referida candidatura, ensejando a realização de novas eleições, nos termos do §3º do artigo 224 do Código Eleitoral.

Em sete de maio, o Tribunal Regional Eleitoral aprova a Resolução nº 280/2018 para a realização das novas eleições que ocorrerá em 3 de junho de 2018.

 

Origem do problema

Os embaraços na carreira política do ex-prefeito, Valdeto Ferreira começaram em 1996, último ano do seu primeiro mandato como prefeito do município. Naquele ano, a Prefeitura de Niquelândia e o Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) firmaram convênio no valor de R$ 446 mil para a reforma de 20 escolas, além da compra de kits tecnológicos. Sem a comprovação da correta aplicação dos recursos liberados por meio do convênio, o ex-prefeito acabou tendo balancetes de seu mandato rejeitados, o que culminou em sua condenação por improbidade administrativa mediante enriquecimento ilícito cumulada com a obrigação de ressarcimento do prejuízo causado aos cofres públicos. Valdeto respeitou o prazo em que ficou inelegível por causa da condenação, mas não ressarciu os cofres públicos. Nas eleições de 2016 conseguiu se manter na disputa eleitoral por força de liminar e foi eleito com mais de 10.600 votos (46,11% dos votos). Permaneceu no cargo até ter todos os recursos negados e ser afastado de forma definitiva, tornando-se inelegível por mais oito anos.

 

 
PUBLICIDADE
VIDEOS
O TEMPO AGORA

COTAÇÕES

Rua 200, Setor Sul
Uruaçu - GO
CEP: 76400-000
 
Telefones:     (62) 98642-5659  
                 (62) 98575-5690
                 (62) 3357-5484
             
WhatsApp: (62) 98642-5659
 
E-mails: jornalcorreiopopular@hotmail.com / contato@jornalcorreiopopular.com.br
          
CONECTE-SE AO CORREIO POPULAR