Segunda-feira, 23 Outubro de 2017 | 22:27
Buscar
<< VOLTAR
01/05/2016 Imprimir
Governador e prefeito garantem investimentos e políticas de geração de renda para Niquelândia

Marconi Perillo (PSDB) foi à Niquelândia acompanhado de deputados e de secretários de Estado. A comitiva foi recebida pelo prefeito Luiz Teixeira Chaves e por outras lideranças políticas da região

Em solenidade realizada na quadra de esportes do SESI/SENAI de Niquelândia, na última sexta-feira (29), o governador Marconi Perillo e o prefeito Luiz Teixeira Chaves assinaram ordens de serviço para a recuperação asfáltica e para a expansão da rede de esgoto do município. Perillo também entregou 100 cheques do programa “Mais Moradia” e licenças de pesca de tilápia.  

Pacto de Niquelândia

Outro ponto alto da visita de Perillo ao município foi o anúncio oficial do “Pacto de Niquelândia”, um termo de cooperação firmado com empresas do município para promover avanços na economia local, como forma de fomentar desenvolvimento econômico e social do Norte Goiano.

As medidas fazem parte de um pacote de ações que visa amenizar os efeitos da paralisação temporária da Votorantim Metais no município, por conta da queda do preço das commodities no mercado internacional. Desde o anúncio de suspensão das atividades, o governador Marconi Perillo e o prefeito Luiz Teixeira vêm se empenhando junto aos empresários locais para encontrar alternativas de geração de emprego e renda. "Essa ajuda que o governador traz para Niquelândia é muito positiva para a cidade. Vai movimentar nossa economia", salientou o prefeito da cidade, Luiz Teixeira.

O governador Marconi Perillo, ressaltou sua alegria de voltar a Niquelândia trazendo boas notícias. "Desde 2002 estamos em busca destas licenças para o setor de piscicultura em Serra da Mesa e Cana Brava. Isso agora vai gerar um enorme desenvolvimento econômico para a Niquelândia. Queremos, em 60 dias, que as famílias já estejam aptas a iniciar suas atividades", afirmou.

A piscicultura e o turismo foram detectados como potencialidades de Niquelândia, capazes de gerar emprego e renda a curto e médio prazos, conforme estudos realizados pelo governo nos últimos meses. "A OMS recomenda o consumo de 12 quilos de peixe por uma pessoa por ano. O brasileiro consome 9 quilos e o goiano, 4 quilos. Temos mercado para isso e condições de termos bons criadouros. Nesse momento de crise e de paralisação da Votorantim, será importante o início desta atividade", analisou o governador.

Sobre o Pacto de Niquelândia, Marconi recebeu um documento do representante do Sebrae local, com ações de cooperação e parceria com a iniciativa privada. "Queremos um planejamento participativo e integrado para que Niquelândia continue sendo este canteiro de obras e referência para o Brasil", disse. 
Rua 200, Setor Sul
Uruaçu - GO
CEP: 76400-000
 
Telefones:     (62) 98642-5659  
                 (62) 98575-5690
                 (62) 3357-5484
             
WhatsApp: (62) 98642-5659
 
E-mails: jornalcorreiopopular@hotmail.com / contato@jornalcorreiopopular.com.br
          
CONECTE-SE AO CORREIO POPULAR